Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Fantasia

Ser poeta é...

“Ser poeta é...”

Ser poeta é declarar-me contigo à janela.

É viver o dia a dia com esta escrita, deslizando na magia da poesia.

É sonhar, lembrar, recordar, que um dia te vou encontrar e te abraçar.

Imaginar o que está para além deste mundo e pretender algo com um espaço

situado na minha imaginação, criação,e admiração.

É criar um espaço, e voar nele como um pássaro.

É olhar o mundo, sem receio, e enfrentá-lo de outro jeito.

É realizar esta poesia numa simples escrita.

É viver o mundo a cada minuto, como se fosse o último,

O circo da felicidade

“O circo da felicidade”
Bem vindo a um mundo de fantasia
uma ilusão, magia, diversão,
o circo abriu para criar ilusão,
multi cores e imaginação.
 
Por segundos deixas-te levar por este carrossel de emoções,
viajar pelo olhar dos trapezistas,mágicos, domadores de leões,
um show de fogo de artificio, é a noite dos sonhos ao vivo,
espectadores sorrindo, fluindo memorias e brilho.
 
Pipocas crocantes, um sorriso cativante,

O que queres ser quando fores grande

“O que queres ser quando fores grande”

As profissões são muitas,todas elas diferentes,

trabalhando ou estudando das asas a tua mente,

 viajas por estudos em livros,

 passagens,fases no qual traças o teu caminho.

 

Meninos e meninas sonham com o mundo,

lutam pelo seu futuro,

vêem ao fundo uma paisagem, o acreditar,

o sonhar que todos querem agarrar.

 

O Guitarrista na guitarra,

dá sua alma a cada melodia,

transforma cada nota em magia,

dó,ré,mi,fa,sol,la,si,

TO DO OR NOT?

LI O POEMA DO GRANDE POETA  RENATO LAIA 'A BELA ENTORPECIDA' E ME LEMBREI QUE NO MEU INÍCIO ESCREVI ALGO DO GÊNERO E DECIDI POSTAR AQUI. AINDA NA MINHA FASE MEIO LOUCA.
 
TO DO OR NOT????
 
To do or not to do?
Dar ou não dar?  Eis q questão
Será que vão gostar???
Dormir ou acordar?
É outra difícil questão
Se durmo como saber se acordada devo estar?
Se acordada...fico com olheiras
De bobeira...escrevo besteira
Coisa sem eira , nem beira
Fico pra lá e pra cá...sem parada...ou paradona

É DE VERA OU DEVERAS...?

É DE VERA OU DEVERAS...?
 
No mundo  além do que eu vivo
Tudo tem significado
Sem significância
Quando o que você tenta explicar
É insignificante
Quanto mais você se explica
Mais se complica
Quando quiser mostrar a verdade
É só ser verdadeiro
Não precisa sair por aí se mostrando
A verdade quando é mostrada
Deixa de ser um sujeito
Pra ser predicado, complemento
Da verossimilhança da verdade
que se quer mostrar
A mentira está estampada na cara
Nem precisa ser descarado pra ser

CORES E SABORES

CORES  E  SABORES 
 
.Beijo a boca que me beija
Mordo a língua que me in_língua (invade)
Sorvo a saliva gota a gota
Bebo você de canudinho
Bem devagar...degustando
Cada pedaço...cada sabor
Que tem o gosto do nosso desejo
O tamanho da vontade
De inspirar sem expirar
Também sem esperar
 
Não economizo nada
Nem no beijo
Nem  no desejo
De também ser beijada
De também ser lambida
Quem sabe viro um sorvete
Pra sorver sua língua com a minha
Pra você não ficar à míngua

Quantum

Por que devo eu esquecer-te?

Por que devo eu esperar-te?

Não sou a criatura que tu desejas

Tampouco o sonho que tu engendras.

Sou fruto das iniquidades

Das incertezas humanas. 

Sou fruto do meu próprio ser.

E o desenho do teu sorriso,

Hoje ensejo.

Amanhã, nada sei, apenas desejo

Que as ondas não levem esse lindo lampejo

A energia de que preciso,

Ai está!

O teu sorriso,

E o meu riso,

Não podem mais se separar.

Dá-me a energia! 

 

Sonho

Sendo intenso e imaginário

Algo de bom que nos faz suspirar

Vagueia pela nossa mente

Enquanto estamos num sono profundo

E mais nada à volta há para o estragar

 

Por vezes é bom, outras vezes mau

Mas prolonguemos antes o bom

Vamo-nos deixar viver nele enquanto existe

Pages