Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Fantasia

Inspiração que vem d'alma!

Geralmente a inspiração vem do nada,
vem devagar… em calmaria, inflama a mente
toma posse do corpo e também da alma
Ao ver-te, atiças meu ser a escrever-te versos
traduzindo sentimentos em palavras
louca e intensamente, imagino tua mansidão
as linhas e curvas do teu ser, torno-me escravo
Sim, escrevo meus versos com endereço

Ímpares!

Ao encontrar-me contigo
meu desejo é um só
quero-te loucamente beijar
Teu corpo... a alma
atiça meu inspirar
Teus lábios úmidos
e também quentes...ardem
assanham meu imaginar
Fantasio tantas coisas
quero-te em mim... pra amar
Paixão... sublimação
e etérea, cúmplice paz!
És minha inspiração

Pages