Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Fantasia

Meu mundo

Divago, indago o meu desprazer continuo !
Em horas meses , muitos anos
Parceiros honestos da insatisfação ...
Doravante prometo não enganar meu futuro.
Vou propagandear meu amor ao mundo tolo
Ascender a alegria num carnaval fora de época...
Ah! mas ,não vou contar a intensidade deste amor
Só digo a predileta...
Ao grande amor da minha vida .
E para viver a benção diretamente
Vou despedir a tristeza as secretas
Será o fim das anarquias do coração?
Descontinuar o sangramento do mundo

Eterno

No tempo vou agendar

Para ser uma eterna criança.

Criança quer estar sempre brincando

Ter muitos amigos:

-Tempo meu, me ajuda a vingar

Uma criança sem a preocupação rotineira!

O mundo merece, e que seja

Um carrossel colorido,

Que tem de brinde cores viva do arco iris.

Quem desaprova que o intuito da vida

Não é ser feliz?

Distribuir infindos sorrisos?

E ter muitos amigos?

Acordarei um dia deste sonho?

Quem disse que venha as criancinhas?

Eu irei...

Espelho, espelho seu!

E, ao ver agora,
o que o teu espelho não dizia,
diz, mostra ao universo
essa sua beleza feminina
Linhas, curvas... detalhes
Enxerga-te... observando
que a essência é importante
Sinta-se plena...
tua silhueta é divina
Sei que nunca conseguistes ver
aquilo que escondias de si mesma
Mas agora, revelo-te
em meus versos e rimas
Minha poesia é o fruto
da minha forma de olhar-te
como arte divina
(DiCello, 14/10/2020)

Inspiração feminina!

E quando te vi,
estavas ali, desnuda, despida,
numa plena luz de um novo dia
Antes de tudo, julgamentos
rótulos, ou qualquer outra coisa
Te ver assim, tão natural
tua mansidão a flor da pele
me dei conta,
que teu ser feminino
é minha inspiração... és loucura a fazer,
Tua silhueta eu exploro
eu desmistifico, desfaço dos padrões,
desorganizo e desequilibro
Quebrando padrões
ainda tão imperceptivelmente enraizados
em cada um de nós
e com sabedoria e leveza
lhe faço, escrevo poemas

Arte escultural!!!

Uma obra, aquela escultura
as linhas e linhas... todas aquelas
inteiramente tuas... sinuosas
algumas até tênues... leves
as mais acentuadas... belas curvas
Silhueta feminina, menina
divinal arte desenhada, mulher
inteiramente esculpida, musa
Deusa que habita meu inspirar
atiça o imaginário a escrever
simplesmente poesias
(DiCello, 09/10/2020)

Atrevimento

Atreve-te desnudando
Revelando os segredos
Os secretos contornos
Linhas e curvas
Deste teu sublime ser
Quanta magia
Aquele encantamento
Crio infinitas fantasias
Ao pensar em ti
Imaginando tua mansidão
Sob a égide do meu ser
Poesia que dedico
Eternizando o teu ser
(DiCello, 02/10/2020)

Curiosidade!

Gostei, despertou curiosidade
Ela não era a mulher lindíssima, mas tinha curvas
suas curvas eram muito bem esculpidas
Naturalmente desenhadas, sedutora
não era como as demais mulheres
Em seu passado, muitos segredos
secretos desejos, muitos outros pecados
Ela, sempre que eu a via...
seu vestir era sempre atrevido, ousado
Decotes que deixam a flor da pele
seus volumosos e intensos seios
(DiCello, 08/10/2020)

Jovem inspiração

Ela é jovem
em seus tenros dezenove
Seus cabelos negros
lindamente cacheados
Beleza fresca de menina
uma mulher em transformação
Seios frescos, parecem pêssegos
bem desenhados, esculpidos
Curvas, nas quais viajei
deixando minhas pupilas
percorrerem pela ousadia
Transcendo, crio fantasias
a flor da pele
Linda morena, essência divina
tem um perfume
cheiro de loucura ímpar
Atiça a minha libido
me inspira a poetizar
(DiCello, 08/10/2020)

Pages