Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Geral

VIDA...

Por que você é assim?!
Quem te fez ou faz assim...
Por que assim... 'tem que ser assim'?!(Qual o problema com o 'assado'?!)
E o que você quer de mim?!
Por que o que tem de ser tem de ser...
E o que será também de mim?!

UM POETA...

Um poeta, um escritor, um artista...
Sonhador, de opinião formador, pintor, 'desenhista'...!
Orador, pregador, alquimista, amador e amante inveterado!
Um dom, um 'chamado', uma arte... se aprende a ser
Ou alguém já nasce...!
Um privilegiado, escolhido, bardo, fingido, dotado...

Sísifo vive ao teu lao

Pegue-o antes que seja tarde
Traga-o a lucidez sem alarde
Um dia ele agradecerá Jó:
O da bíblia extenuado e só
Viverá pelejando abstinência
Ao berrar ao céu tua clemência

 

Puxe-o do sofrimento perene
E o jaz na crist(ã)lina pedra solene
A que desgraça Sísifo
Na absurdidade das rochas gastas

 

Perdão

Tudo isso para não dizer o óbvio
Enclausurado no silêncio sepulcral
Ninguém nunca suspeitará
E eu nunca direi o que já foi
Um perdão? Compreensão? Tanto faz

Nada disso me grita ao oculto
Enterrado nos gritos alarmantes
Todos saberão do ocorrido
E eu direi sempre o presente tormento
Justiça? Rigidez? Tanto faz

 

Pages