Agora Sou (XVIII)

Rendição

 

Render-se é fluir no caudal da vida,

aceitando sem reservas o presente.

 

Abandonar a resistência interior,

acolhendo o que é, sem desgosto nem dor.

 

Estar sempre atento a cada momento,

eis a rendição que apaga o sofrimento.

 

Abre-se então o reino do Ser,

um céu de funda quietude,

paz, amor e alegria de viver.

 

Sª Mª Feira, outubro 2018

 

Género: