Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

a frívola paisagem

a poesia liberta-se do armário das conveniências para proliferar nos escaparates das ilusões descrevendo o fascínio que subsiste para lá da arrogância dos homens; e julga poder emendá-los navegando entre os seus furores emocionais e a sua lastimável tendência para subverter o universo.

Género: