Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Ondulações (VI)

Veloz o carro me dá sonolência
para a lentidão tenho mais paciência

Grande tertúlia à mesa de jantar
bem se digere o tempo a conversar

Domingo de calor e céu tão claro
a quente luminosidade encaro

De manhã saio para passear
no verde o pensamento repousar

Desce a noite muito devagar
no silêncio ébrio do luar

Este desejo de nada fazer
início do verão a acontecer

Por vezes a melancolia vem
queda inquietude que n’alma se tem

Oiço os pássaros num canto feliz
sem entender o que nenhum me diz

Na vida é necessário direção
guiar a existência p’la razão

Sª Mª Feira, junho 2018

Género: