Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

poemas da razão

oblitero a tristeza e o extravio que geraram as minhas bailatas frenéticas para que o rosto da dor se manifeste agora com gargalhadas que pressuponham a minha altivez ao submeter a vida pelos cornos da desgraça.

Género: