Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Deus Pai.

Deus Pai.

Sou a vida,

sou a morte, 

sou a tua sorte.

 

Sou o destino que te abençoa,

o amor que te acalenta,

a consciência que te amordaça,

vê se me entenda.

 

Sou a culpa que te atormenta,

que te acusa do pecado,

mas te salva do inesperado,

receba este meu recado.

 

Estou sempre ao seu lado,

mesmo sendo você predestinado,

a sempre ser meu filho amado.

 

Sou a vida, 

sou a morte,

sou a tua sorte.

 

 

 

Leandro Campos Alves.

 

2015.

 

Conheçam nosso trabalho em:

 

http://www.escritor-leandro-campos-alves.com/

Género: