Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

DUETO-Madalena Cordeiro/João Murty

O mais importante é o verdadeiro amor- Marcio Greyck

CHEIRO DE AMOR

42                      Você chegou, me abraçou e o beijo aconteceu.

                            Como esquecer o beijo que você me deu?

                               Não sei se era pra esquecer ou lembrar...

                                        Eu estou sempre lembrando. 

                                   E ficou um pedaço de você em mim...

                                          Um pedaço de lembranças...

                                  E hoje, eu quero te ver pra me entregar.

                                              

                                               Como eu quero!

                                 

                               De novo um beijo seu, muito gostoso...

                                Do jeito que você faz é muito carinhoso...

                               Por isso eu quero suas mãos em mim.

                                               

                                              Como eu quero!

                             

                     Não só as suas mãos, mas o seu corpo inteiro pra mim.

                                O cheiro de amor que vem chegando...

                                   Trazendo o seu corpo só para mim.

                                                  Como eu quero!

 

Autora: Madalena Cordeiro...  29/11/2011

.................................................................................................................................

 

Oh! Dias do meu contentamento!

Oh! Meu céu de primavera em flor,

escuta! Não ouves o chamamento?

É o Sol, é a Lua sãos deuses do amor.

 

Vem... Docemente te entregar...

a noite é tua, ó filha da Lua,

cabelos soltos ao vento,

corres nua, nos raios do luar,

ar travesso, olhares de malícias, 

és poesia em movimento,

num corpo frenético de desejo,

sedento, de afetos e carícias.

 

Vem... entrelaçar essa paixão ardente.

  Nesta linha em que o tempo corre,

em espaço indulgente que te perscruta,

vem nesta ânsia que me percorre,

juntar nossas bocas num beijo

uníssono, languido e permanente,

na edénica dádiva que o sentimento oculta,

pelo desejo ignoto, a tua alma acende.

 

Autor: João Murty...

 

21/04/2014..........................................................................CARIACICA-ES

Género: 

Comentários

Vem... É o meu contentamento!

Te desejo neste momento!

Gostei. Tenta colocar uma foto.

Ps. No frase do poema  "AR TRAVESSO" (singular), e não TRAVESSOS (plural)

Um beijinho

Ficou bonito.

Um beijo,

João Mury

João Murty...Obrigada por ter gostado!

Fico muito feliz!

Beijosss!

O mérito é da Madalena, eu limitei-me a seguir o enquadramento do poema.

Um beijo

João Murty

O mérito é da Madalena, eu limitei-me a seguir o enquadramento do poema.

Um beijo

João Murty

O mérito é nosso... Seu poema ficou belíssimo!

Beijos!

Obrigada NEREIDE! Fico muito contente com o seu comentário!

Beijos!

O mais importante é o verdadeiro amor!

Esta noite voltarei para quem amo... Amo-te com um amor eterno!

Parece até o amor de Deus!

Foi  você que teve a ideia de querer-me e isso eu quero esquecer...

Mas perdão te pedirei.... Compreenda! O mais importante é o verdadeiro amor!

Só o cheiro de um grande amor!

Minha vinha vida é como uma árvore em flor!

Que paixão! 

Doi no corpo, doi na alma;

E afeta o coração!