Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Morrer de amor

Andam por aí dizendo que afinal se morre de amor.
- Pessoalmente eu acho que quem morre de amor também pode
morrer de frio ou de fome,de sede quando possui diante de si a
capacidade para modificar situações desesperadas através de
palavras intensas, castas, virtuosas,imensamente gratas que são
no fundo o calor e a fórmula exacta para refazer um mundo em ruínas. 
FC
Género: