Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

NO TEMPO EM QUE NASCI

NO TEMPO EM QUE NASCI

 

No tempo em que nasci,

O tempo não tinha pressa,

Parecia morar ali,

Nesta ou naquela travessa.

 

Quantas vezes lhe pedi,

Para ser mais ligeiro,

Logo que percebi,

Já ser um homem inteiro.

 

Pois, o tempo da inocência,

Aos poucos, foi s’ escondendo

E com ou sem coerência,

Começa o tempo correndo.

 

Foi correndo sem parar,

Sem súplicas escutar,

Sem ter nada qu’ o impeça.

 

Quem me dera, hoje, voltar

Àquele tempo e lugar,

Que o tempo não tinha pressa.

 

LAF03JUN2018

Género: 
Você votou 'Gosto'.