Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

O vazio tão esguio

Nas profudenzas do vazio ,

Onde está frio e o caminho é esguio , 

Onde não há ciencia ,

E a alma está em decadencia ,

As noites são todas iguais , 

Mil marés e 20 vendavais , 

Mas a esperança está aqui ao lado , 

Com uma fé e um grande dado ,

Dos Soís da certeza vai surgir ,

Uma nova vida se vai conseguir , 

Com toda a excitação , 

Dá se lugar a libertação , 

Do amor a sexualidade , 

Jamais importa a idade ,

Aqui está a grande e rica chave para a felicidade .

Género: