Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

os cardos da memória

existe um lugar ávido onde dilacero o infortúnio sempre que escrevo poesia; sempre que a minha exuberância tonifica o bem-estar e o coloca num pedestal; sempre que aperfeiçoo a minha sensibilidade através do raciocínio.

Género: