Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

poemas da razão

exorcizo os meus defeitos para rebelar-me contra os bramidos indecentes da vida; contra os recalques que abastecem as presunções que fluem para os canais túrgidos da desarmonia; contra a ligeireza dos juízos que desgrenham a bruta realidade.

Género: