Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

poemas da razão

rejeitemos a vida tal como ela existe nos lugares onde jazem as nossas perturbações: onde as atividades estadísticas ludibriam o nosso propósito em crer nos seus oásis redentores; onde a falua do amor naufraga quando intenta harmonizar o que é discrepante.

Género: