Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

poemas da razão

quero redimir-me da fúria que extravasei nos temporais da minha vida onde percuti nos meus sentidos uma grande desarmonia; quero sondar as minhas ambições para compreender o voluntarismo que as revestiu no percurso insuportável do desafeto.

Género: