Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

poemas da razão

flutuo sobre a minha vida para analisar uma era inconsequente com profunda lucidez; e reclamo contra as quezílias e contra o medo para transmover o meu fulgor para as redondezas da solidão.

Género: