SOU O HOMEM!

Sou o homem!

 

Sou o mundo,

Vida e morte,

O hoje e o amanhã!

O passado e o futuro

Os sonhos e a razão!

O pensamento e a ilusão,

O sul e o norte!

Da alma o profundo

O sentir prematuro

Do fogo da paixão,

Belo, irresoluto, traquino!

 

Em mim se condensam

Os mistérios do mundo

Do amor e da solidão!

Há um caminho profundo

D’além do horizonte,

Da sua linha imóvel

E irrefutável

Que atrai as vontades

Descobre as verdades

E por querê-las saber

Semeia ventos,

Colhe tempestades!

 

Sou quem sou na realidade

Sou um átomo de vida!

Um facho aceso

De sonhos e canções,

Fantasias e ilusões!

Sou a verdade

Nua e crua

O sol e a lua

A simetria da minha rua

Onde a alma nua,

Cinzenta, continua

A luta contra si mesma!

 

Alfa e Omega

De mim próprio

Dum querer impróprio

Onde a carne tudo quer,

Deseja e anela

Porque a vida

É única... E bela!

Género: 
Você votou 'Não gosto'.