Maria do Carmo Borges

Descrição: 

Vamos ter que esquecer

Os tempos que já lá vão

Em que eu dançava o vira

  Na roda com o malhão

           Refrão

Eu quero o meu par

Quero o meu amor

 Não entro na roda  se ele não for

 

Quando eu ia para a escola

Com as pedrinhas na mão

Para jogar  no recreio

E o lençinho na mão

 

O mocidade gozai

 Bem a vossa juventude

Mas tende muito cuidado

Não estragueis a vossa saúde

 

Agora vou recordando

Os belos tempos de outrora

Pulava de noite e dia

Ate ao romper da aurora

 

Mas que linda  dança eu tinha

Que me ensinou a minha avó

No tempo das desfolhadas

Dançava o trolaró

Poema de Maria Borges

 

 

 

Género: 
Você votou 'Gosto'.