Meditação

Poema para o homem

 
Os Reis Magos foram comprar
Prendas para o Menino Jesus,
Também para o seu amiguinho
Um carro com motor faróis
E a dar luz.
 
O Menino ao ver aquele carro,
Saltou de alegria,
Logo com o carro foi brincar
Não quis comer em todo o dia.
 
O menino foi baptizado,
Com o nome de André 
não tinha Mãe nem pai
Tinha a Mãe Nossa Senhora
Seu irmão Menino Jesus

Ave Bondosa oração e musica de Maria Borges

Ave  Maria Bondosa
  tens o perfume de uma rosa
Jesus esta contigo o terco te rezamos
Com alegria te cantamos
por o teu amor eu mendigo
 
Santa maria  vem ao nosso encontro 
Nossa mãe tu és Mãe de todos nõs
O terço te rezamos e com fé te imploramos
 Que nunca nos deixes sõs
 
Porque és  nossa  Mãe e nos quees tanto bem
Livranos de todo o  mal com os meus olhos a sorrir
Eu te venho pedir salva o nosso Portugal

Fui pedir perdão a Deus POEMA DE MARIA CARMO

 
 
Fui pedir perdão a Deus
 
Sim, pelos pecados meus
E jurei não mais pecar.
Ajoelhei perante a cruz
Rezei, rezei a Jesus...
E depois pus-me a chorar.
 
Chorei tanto, tanto, tanto,
Que em lágrimas de pranto,
Para ali fiquei esquecida.
Até de mim senti pena
Por me sentir Madalena,
Madalena arrependida.
 
Ó meu Deus,
Ó meu Senhor

A nossa estrada vida

A nossa estrada da vida
É por vezes espinhosa
Mas quando chega ao fim
Se transforma numa rosa
Quando subir os degraus
 
Da nossa casa eterna
Graças a esse cansaço
Nos foi dado uma lanterna
Na lanterna estava escrito
O santo nome de Jesus
Pois ele nos tinha dito
É esta a estrada que nos conduz
Nossa senhora me deu
Suas preciosas chaves
E me disse com carinho

Fui pedir perdão a Deus

Fui pedir perdão a Deus
 
Sim, pelos pecados meus
E jurei não mais pecar.
Ajoelhei perante a cruz
Rezei, rezei a Jesus...
E depois pus-me a chorar.
 
Chorei tanto, tanto, tanto,
Que em lágrimas de pranto,
Para ali fiquei esquecida.
Até de mim senti pena
Por me sentir Madalena,
Madalena arrependida.
 
Ó meu Deus,
Ó meu Senhor
Perdoai os meus pecados

Encontrei um amigo

 
Encontrei um amigo 
Num lindo dia de verão
Ai como ele tocou 
No meu pobre coração
 
Sem saber o que dizia
Sem saber o que pensar 
Aos pés desse grande amigo 
Eu me ajoelhei a chorar
 
Com ele eu conversei 
E como ele me ouvia
Gostei tanto dele
Não o esqueço noite e dia
 
Abracei-o com ternura
Com amor o beijei
Foi DEUS que me apareceu

Pages