Entrevista do mês de Março de 2013: Fernando Antônio Fonseca

Quem é o Fernando Antônio Fonseca ?

R : O Fernando não são as expectativas que os outros têm dele, mas sim um homem que tenta afirmar-se perante a vida.

O que é para si a poesia e qual sua importância em sua vida ?

R : Para mim a poesia é uma forma de interpretação da realidade. Ela é importante para mim porque consegue decodificar a linguagem que a realidade apresenta.Existem outras formas de decodificação, como outros tipos de arte( pintura, escultura, cinema, música, teatro, etc... ), assim como outras formas de interpretação( filosofia, religião, política,etc...).

Fale-nos um pouco de seu percurso literário...

R : Minha trajetória literária é breve. Comecei a me envolver com literatura na adolescência. Muito jovem, e já tinha lido os clássicos da literatura mundial e brasileira.
Interessei-me pelas estórias curtas( short stories). Antes de entrar na faculdade fui premiado em um concurso de contos da " Academia Municipalista de Letras" de Belo Horizonte, e tive um dos contos premiados impresso em uma revista de contos chamada "Bel`Contos". Depois, nos primeiros anos de faculdade comecei a escrever poesia "surrealista",influenciado por um poeta local chamado Adão Ventura, de acordo com os princípios do "Manifesto Surrealista" de "1928", no qual definia o ato de escrever como "escrita automática".Contudo, ao entrar na universidade, envolvi-me completamente com o estudo técnico, visto que cursei "Engenharia Química", e afastei-me das atividades literárias.
Depois de um certo tempo,trabalhando e estudando,adoeci,acometido de transtornos mentais. Há aproximadamente "5" anos, reativei minhas atividades literárias, e publiquei um livro de poesias pelo selo "Poesia Fã Clube", denominado "Luzes em Monólogo".

Que outras formas de arte o atraem ?

R : Música, vídeo, e pintura.

Dê-nos uma sugestão para o poesia fã clube...

R : Consultar todos os membros(enquete) indagando sobre esta questão...

Obras marcantes :

"Abrir-se um abutre ou mesmo depois de extrair dele o azul" (Adão Ventura)
" Cem anos de solidão" (Gabriel Garcia Marquez)

Fonte de Inspiração :

A mulher, e a vida...

Filme Preferido :

"Amarcord" (Federico Fellini)

Canção Preferida :

"Perfect Strangers" (Deep Purple)

Jantar Perfeito :

"Risoto de Camarão" e uma bela mulher, ao som de um quarteto de cordas.

Comentários

Amei a entrevista!

Parabéns!

FERNANDO ANTÔNIO FONSECA's picture

Obrigado por ter gostado, Madalena...