Ângulos

Subitamente, vejo o mundo

Desmoronando,

Feito a velha aroeira,

Que aguarda o alvorecer.

 

O mundo gira, revira

O entusiasta olha, aplaude

Sucumbe às palavras

E, o mundo gira

 

As ideias falsas,

Não passam de ideias

As ideologias, por mais que ideais,

São só ideologias

E, o mundo gira, pulsa, repulsa

 

Existem conceitos, que caem por água

Existem águas, que caem

Por conceitos, preceitos

E o mundo gira, a água corre, e se esconde

 

O velho mundo ainda aguarda o entardecer,

O velho moço ainda espera o bonde chegar,

O velho relógio ainda espera o tempo passar,

E, o mundo gira, o tempo corre,

E cá estamos, correndo atrás

Do que não temos, do que não somos.

E o mundo gira, o tempo passa, a água corre,

E, cá estamos...

Género: 
Você votou 'Não gosto'.