Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Êxtase e paz!

Me toca logo

Beija minha alma

minha boca quer calar

ao sentir a tua

colada a minha

Quero convulsionar

num êxtase insano

Cavalga-me loucamente

Crava as unhas

nas minhas costas

e arranha pele 

Faz-me suar

vamos gozar juntos

Toco com perícia

Com toda malícia 

Que só você tem,

sabe como agitar

Inflama a libido

somos amantes fugazes

eis os relatos,

no ato inflamado de amar

Te espero logo

somos ardentes amantes

e temos urgências

Este já... agora

até a sublimação

o êxtase e a paz

(DiCello, 23/03/2021)

Género: