Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Únicos!

Empresta-me a sua boca, língua 

para que eu possa saborear o seu beijo, 

Me permita ainda, empresta-me o corpo

mas quero a alma junto…desejo sentir

desejo acariciar a pele, começando pela cintura, 

Pois quero-te mais perto, junto… encosta-te 

aproximar assim contra o meu ser, 

Adoraria ser seu amante… essa noite, 

nessa em que vamos nos amar loucamente

e fazer amor… com carinhos e carícias

até o limiar… o êxtase… com volúpia

num desejos simples até sublimar

Doarei no limiar inteiramente para ti

neste nosso modo único, cúmplice de amar

(DiCello, 30/04/2020)

Género: