Afinal Perto (a infância)

 
 
 
 
 
 
"Já fui menino
Agora sou crescido"
AR DE ROCK. "Fui Andar Pela Noite". Mudam-se os Tempos. Vidisco 2011. CD
 
Compos sui. Se não eidético (1), subtrai
Da "Árvore de Porfírio" o que aviria
Em hieros logos (2). Crê a tigmonastia
Em Domiduca, Aveta ou Cimist. Lai
 
D'antifilosofia. Qual Proteu, extrai
O aion (3) a contrario sensu todavia.
Pois se n' agraphos nomos (4) - noologia.
Num hesicasmo essivo. De Adonai (5)
 
Ou Dubhe, ascenso ao zénite (6), o nadir
Refulge medular (7) , ergon d'austaga,
Summum bonum lumínico a anadir
 
Hic et ubique onde se pervaga (8)
Essoutra astenosfera. Um abadir
Numa barcana abscôndita entoa a raga (9).
 
 
 
(1) "Aconteceu então que a alma exterior, que dantes era o sol, o ar, o campo (...) mudou de natureza, e passou a ser a cortesia e os rapapés da casa, tudo o que me falava do posto, nada do que me falava do homem."
ASSIS, Machado de "O Espelho", 1882
 
(2) "(...) através do que em ti vê e ouve (o teu íntimo), é o Verbo (...)"
TRISMEGISTO, Hermes "Corpus Hermeticum", 1469
 
(3) RITUAL TEJO. " Perto de Deus". Perto de Deus. Warner Music Portugal, Lda. 1992. CD
 
(4) DUARTE, Aldina. "Araucária". 2024
 
(5) Atos 17:28
 
(6) RITUAL TEJO. "Fairyland". Perto de Deus. Warner Music Portugal, Lda. 1992. CD
RITUAL TEJO. "Fairyland". Oitentaenove.01. 2012. CD
 
(7) CHÍCHARO, Idalina - Menina. In "Tudo Nela Brilha e Sonha", 2023
 
(8) KYAO, Rão. "Gnomos e Duendes". Aventuras da Alma. 2017. CD
 
(9) MEYER, Augusto - Alvorada. In "Coração verde", 1926
 
 
 
Agradecimentos:
 
- aos que "(...) do Alto, (...) invisíveis dedilham sutilmente os cordéis conscienciais que ativam (...) inspirações."
BORGES, Wagner D. "Falando de Espiritualidade", Editora Pensamento-Cultrix Ltda., 2002
 
- ao Paulo Costa, dos Ritual Tejo (ao vivo já a 8/3! no Casino Estoril - eu não perco!):
> pelo entusiasmo, pela sensibilidade artística, aqui a colorir o meu tecnicismo
> pelo poema "Menina" (7) e pelo fado "Araucária" (4)
> pela música "Foram Cardos, Foram Prosas"  para o "by the river, by the sound"  
(RITUAL TEJO. "Foram Cardos, Foram Prosas". Perto de Deus. Warner Music Portugal, Lda. 1992. CD
RITUAL TEJO. "Foram Cardos, Foram Prosas". Oitentaenove.01. 2012. CD)
> pelos temas: "Maria da Paz", "by the river, by the sound"  e "D'imaterial"
 
"Os mundos possíveis não actuais não são planetas distantes."
MURCHO, Desidério “Essencialismo Naturalizado”, Coimbra: Angelus Novus, 2002
Género: