Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

AMO-TE ASSIM

Amo-te, assim,
em laivos de fome,
mulher sem fim,
seiva do meu nome.

Amo-te, em força,
anjo de candura.
Sou gamo...és corça...
Somos a ternura.

Amo-te, alor
dos beijos perdidos,
viçosa flor,
néctar dos sentidos.

Amo-te, aurora
das minhas manhãs,
sumo de amora,
rubor de maçãs.

Amo-te, auréola
de sonhos felizes,
grácil alvéola
nimbando raízes.

Amo-te, amor,
princípio e fim...
Sangue e calor
por dentro de mim.

(publicado in "Jornal das Aves" 06/04/74)

Género: