Bem-Vindo, Novembro.

Bem-vindo, novembro.
Seja muito bem-vindo!...
Do meu calendário tu és mais um membro.
 
Veja, no meu rosto ainda há um sorriso
E ele é da poeira do que eu sou.
No meu corpo ainda há movimento!
E sei que algo ainda me restou. 
 
O teatro prossegue...
Os elos permanecem. 
E mesmo que a maioria já tenha desanimado
Foi pra isso que os meses foram inventados!
Conviver com a paz interior, mesmo no desamor...
Paz: muitos usufruem. Poucos sabem o valor.
 
Porque aqui na nossa ilha
A vida segue sem destino.
O sangue segue escorrendo
Do teto divino...
Eu tenho! Eu tenho a vontade de vencer. 
Por isso novembro, seja muito bem-vindo!
Faça tudo acontecer.
 
01 . 11 . 2014
Género: 
Você votou 'Gosto'.