Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Carta para um Anjo

 

 

HUMM... UM FÓSFORO, ALGUMA LUZ...PAPEL...UM LUGAR PARA ONDE IR,

HUMM...SILÊNCIO, ALGUM TEMPO... PAPEL...UM SONHO QUE NAO CONSIGO DORMIR,

HUMM... UM DEGRAU... UM TOQUE... PAPEL... A ILUSÃO DE TE VER SORRIR,

HUMM... UMA VONTADE, UMA VERDADE, PAPEL... UMA PALAVRA ESCRITA...

HUMM...

UM SUSPIRO QUE ME FAZ COMEÇAR, POR TE DAR A CERTEZA,

DE QUE TUDO O QUE SOU, HUMM... É TUDO O QUE TE DOU,

MESMO QUE PARA TI SEJA O NADA, PARA MIM... HUMM...

NUM OLHAR... SEI PARA ONDE VOU

 

HUMM... APANHO-TE OS SONHOS, ANTES DE ADORMECERES,

QUEIMO O CIGARRO, ANTES DE TE PERDER,

HUMM... POIS SEI QUE FORA DO QUE HÁ PARA DIZER,

HUMM... ESTE PAPEL... NÃO VAI MORRER,

POIS NELE ESCREVI DOCEMENTE.... O QUE A MINHA ALMA,

TE VAI DIZER.

 

HUMM.. UM DESEJO, UMA LÁGRIMA... PAPEL, O QUE VAIS TU DIZER?

SE AMAR NÃO TE BASTA, HUMM... AQUI, NÃO ME VOU ESCONDER,

POIS ESTA LÁGRIMA JÁ  CAÍU, HUMM... ESCREVEU, QUERO AMAR...

ENTRE O TEMPO E A NOITE LÁ FORA... QUE ME DEIXA LIBERTAR,

A MENTE QUE COM RAIVA TE DIZ, HUMM... NO MEU PEITO VEM-TE DEITAR,

DORMIR, SORRIR, GRITAR, TEMER...

POIS NESTA CARTA VOU ESCREVER. NESTA CARTA VOU-TE VER...

QUERO QUE O MUNDO ACORDE, QUANDO EU PARAR DE ESCREVER,

QUERO QUE O MUNDO TE VEJA,

DENTRO DE MIM... ADORMECER.

HUMM... PAPEL, UM FÓSFORO, ALGUMA LUZ...

FOI TUDO UM QUANTO BASTOU...

PARA TO DIZER.

AMOR... QUE ESTA PALAVRA QUE ESCREVO,

VAI NUM OLHAR ATIRADO, NO PENSAMENTO INFINITO,

QUE NUNCA NINGUEM ALCANÇOU.

 

HUMM... AGORA VOU... POIS LÁ FORA,

O MUNDO FICOU.

ENQUANTO ESTA CARTA TE DIZ, TUDO O QUE TE CONTOU.

 

Luis Ginja

Género: