Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Como o Vento

Sei que desperto olhares, mas nenhum deles me interessa.

Não sou mais uma garotinha pra morrer de amor

Meus interesses estão ligados a ser feliz ao lado de quem me mereça.

Respirar o ar fresco, sentir o vento no rosto. Nessa sensação de liberdade.

Viver como o vento, bailando no movimento, sem me preocupar com os limites imposto pela vida. Tendo sempre perto as minhas razões de viver.

Género: 

Comentários

com as metáforas do vento

a liberdade abre as suas asas.

 

Saudações!

 

_AbílioH