Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Contos de Fadas - Conto II

 
Saltito entre as ervas do bosque,
Cheio de árvores e flores,
Que me encaminham para o sonho.
 
Mágicas luzes iluminam o céu,
As estrelas brilham, intensas luzes
No meio de todo o breu...
 
E uma estrela guia passa
Nesse céu estrelado
Ela voa veloz e ultrapassa
Todo o sonho no céu pintado
 
Corro atrás dessa estrela
Para que ela me leve a voar
Viajar por entre todos esses sonhos
Senti-los perto de mim a brilhar.
 
Faço parte daquele mundo,
Daquele conto de fadas.
Estou tão alto, tão alto,
Durante esse momento
A fantasia é real, é concretizada.
O impossível pertence-me
E eu também brilho no céu...
 
Vem ler este belo conto de fadas,
Vem abrir este livro de encantar
Que fiz da minha vida!
 
Teci-lhe uma capa de seda,
Enfeitei cada página encanecida
E bordei as palavras
Com histórias para fantasiar.
 
Era uma vez uma alma
Que de tão sonhadora,
Nunca mais pôde parar.
E viveu na ilusão para sempre...
 
 
 
Género: