Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A DANÇA

Obrigado por me conceder mais uma Dança por cima do Caos medo e desesperança No crepúsculo que encidi sobre as longarinas velhas , peita o vento em suaves espumas na Ponte metálica , corais corroídos me revelam medo da morte. Obrigado pequena menina por mas uma dança por não se deixar morrer Gritos coletivos orações em uníssono Agradeço pelas orações canções e monções poéticas Seus cabelos já estão sobre meus dedos Seu olhar já é vivido e forte, obrigado por essa dança querida por não me deixares só Saio da tormenta com vontade de tirar coisas boas de mim só para poder dançar com você. Dance aos meus braços ,dance bem devagar. Saido do Hades encontramos paisagens e horizontes para olhar Obrigado menina por mais uma vez outra dança , Dance comingo para que possa sonhar .

Género: 
Você votou 'Gosto'.