Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Ei-los que partem ! ( De novo)

EI-LOS QUE PARTEM !...

 

NESTE PEDAÇO DE TERRA

PLENO DE LUZ E DE MAR,

ONDE NASCEM OS MENINOS

QUE HÃO-DE TER DE ABALAR.

 

CRESCEM TÃO BEM PROTEGIDOS,

RODEADOS DE  AMOR.

SEUS PAIS, EM ÁRDUO TRABALHO,

 QUEREM FAZÊ-LOS < DOUTOR ! >

 

E NESSE ESFORÇO CONSTANTE

DE LUTA , DE  SACRIFÍCIO,

FAZEM CONTAS, CONTAM TROCOS

PEDEM ALI E ALÉM.

 

AO FIM DE ANOS DE ESTUDO

E DE IMENSO TRABALHO,

É VÊ-LOS PARTIR AOS MOLHOS,

DEIXANDO O PAÍS SEM JOVENS.

 

UNS, VÃO MUITO CONFIANTES

ABARROTAR D ' ESPERANÇA.

OUTROS , VÃO MAIS DUVIDOSOS

LEVANDO UM NÓ NA GARGANTA!

 

E É ASSIM ESTE PAÍS !

DE SOL, DE LUZ E DE MAR,

ONDE NASCEM OS MENINOS,

MAS QUE NÃO OS SABE AMAR!!!

Género: