Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Em meu intimo

Em Meu Intimo

Os cães ladram lá fora

A solidão me atormenta aqui dentro

O ranger da velha arvore me assusta

Sentimentos confusos estão em minha mente

O amor se disfarça de ódio

A tristeza em felicidade

A ternura em maldade

A mentira em verdade

Tudo está confuso.

Metamorfoses ininterruptas do meu ser

As lembranças que quero esquecer

Por que não param?

Estou cansado

Preciso encontrar uma saída

Estou num túnel negrume, frio, fétido.

E minha luz, onde estás?

Estás a iluminar outrem

Fico aqui com minha escuridão

Ao menos não te verei nos braços de outro.

 

Género: 

Comentários

BRAVO! LINDÍSSIMO!

ADOREI LER.