Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Escultura

Os olhos cheios de lágrimas
Calcificando o sentimento puro,
Da criança ao velho estúpido, e
Escultando rigidez por toda vida.
A obra ríspida para o público:
Apenas um homem comum.
A venda para inocentes,
Paga com ressentimentos.
Exposição aberta, peito fechado.
Segue-se o museu humano,
Uma espécie extinta por ódio,
Ignorada pela arte e altiva
Pela pequenez.

Género: