Esperança

Era uma vez um inseto

Que vivia na esperança

De ter um dia um teto

D´um mundo sem matança

 

De verde coloração

Parecido ao gafanhoto

Estridulando na canção

Com um ar absorto

 

Este planeta redondo

Cheia de gente quadrada

Fazem da terra biombo

Dividem-se p´ra nada

 

Onde está a esperança?

Sem voar e a saltar

Se sem dois não dança

Uma esperança sem par.

Género: 
Você votou 'Não gosto'.