Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Estrela Cadente

Eu sou o lobo

Rasgado pelas próprias garras

Que usei para dilacerar minhas presas

Tão cheio de voracidade

Não vi meu sangue escorrendo junto ao delas.

 

Eu sou o lobo

Que anda sozinho na matilha

E na calada noite

Foge ao cume alvo

Com a pelagem em sangue

Estufo o peito

E deixo a lua guiar meu uivo

Que em melancolia canta

Pelo paraíso perdido.

 

Género: