Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Estrela Vermelha

Em um ponto de lugar nenhum

Em mais uma madrugada de espera
Ela surgiu entre todas as outras e sorriu pra mim.
Só pra mim.
Na rapidez da paixão, ela se inflou de brilho e cresceu em lumens
Agora, hipnotizado só tenho olhos pra ela.
Em nanosegundos luz já sou cativo.
De que Cruzeiro você despontou?
Leste, Norte...do Sul eu me recordo que não.
Mas a fulguração foi fugaz
E de grande girassol luminoso você se tornou nada, sumiu.
O que significa isso?
Você me mostrou apenas que existe morte fora da Terra?
Em que dimensão você orbitará agora?
Em que buraco negro você está?
Além daquele repleto da gravidade do meu coração.

 

Género: 
Você votou 'Gosto'.