Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

"Ferros que Te prendem..."

Ferros que Te prendem,
Aço que Te queima,
Dignidade que se perde no Tempo,
Nessa esperança que teima...
Presa na Tua vontade,
Retida na Tua fraqueza,
Alma retida em silêncio,
Despida de liberdade...
E, no espaço onde Te escondes,
Da luz que Te quer resgatar,
Deixas que tudo aí dentro,
Tristemente Te possa matar...

O Tempo lá fora Te fala,
A vida teima em ficar,
Agarra esse sonho com asas,
Para que em liberdade... possas voar...

Ferros que Te prendem,
Tormento na minha mente,
Serei teu resgate no Tempo,
Para que a tua Alma num momento,
Voe livre para sempre

 

Luis Ginja

Género: