Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

FRAGMENTOS - ALQUIMIA II

FRAGMENTOS - ALQUIMIA - II

Batem asas de anjos nos meus ouvidos,
sinto na minha pele
o aroma do teu perfume.
Sinto na minha,
a tua boca rosa de lume,
estrebuchando a alma,
despertando os sentidos.

Transformo os sonhos
de tormentos e dor,
reinvento-te por entre o tempo perdido,
apagando o fogo,
em lagrimas de amor,
moldando o meu desejo ao imaginário
dou-te a forma do caminho percorrido.

Retenho no meu o teu espirito celeste,
soletrando a palavra desejo incendiada.
Nos teus seios, jaz a ampulheta cinzelada,
areias de tempo acariciam teu corpo agreste.

João Murty

Género: 

Comentários

Delícias que a vida oferece...

Distância que o corpo padece!

Lindo! Belo poema!

Abraços!

É um poema enquadrado na série (6 poemas) Alquimia.
Um beijo

Muito lindo!!!

Beijosss!