Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

FRAGMENTOS - ALQUIMIA IV

FRAGMENTOS - ALQUIMIA - IV

Alopatia da cura, nos segredos do universo.
Transgride o tempo da harmonia,
aos astros me exponho,
na alucinante viagem do verso.
Rasgam-se as estrelas, faz-se dia,
meus fragmentos de sonho,
varrem-se nas memórias,
apagando a chama.
Na palavra se segrega a voz,
do lamento da tua queixa,
selando de mármore e fogo
os elos da ignomínia de quem ama,
perpetuando no infinito o jogo,
que tudo almeja e nada deixa.

Quando acordar o céu estará saqueado,
enxergando o além, só com a minha realidade.
Egrégio mistério, no meu sonho, desapontado
Amplitude do vazio, que me tomba de saudade.

João Murty

Género: 

Comentários

Obrigada José João Murti! Eu fiquei muito contente com seu poema é, prazeroso ve-lo conosco! FRAGMENTOS... Parece que  estou sonhando, em fazer parte dessa obra prima!

Beijosss!

É tão pouco de mim, mas é um  pouco assim... sem fim!!!

Beijinhossss!!!!

 

Procuro retomar os ritmos de vida, conjugando um processo organizativo/normativo incrementando auto disciplina  (máximo dia de computador 30 minutos). Comulativamente vou recuperando forças, ficando feliz (sossegando a alma), por ver  meu filhote, sorrir, desfrutando das coisas simples, mas boas da vida.

Um beiinho

João Murty