Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Grandes Lares Veraneios

Musa sorria para mim!

Tu serás a única em meu coração!

Arrebate minha alma como um balão;

Faça-me voar em teu cetim,

Com teus deslizares sobre os telhados de marfim.

 

Desça do Olimpo, musa sutil,

Com tocha à destra e fogo ardil;

Queimou-me tanto que me sinto frio.

Advieram as cinzas que cobriram o rio.

 

Cativa-me pelo teu olhar;

Sereno, sedutor, leve, dissimulado e frio,

Iluminado pelo holofote âmbar,

Conduzindo minha inocência ao vazio.

Ninguém me disse que era perigoso valsar no escuro.

 

Jaza dançando; siga sorrindo!

Hoje daqui eu parto.

Irradiante está à luz de Prosérpina,

Que Transformou meu calor em Ártico.

Género: 

Comentários

PARABÉNS, MT LINDA SUA POESIA.

Muito obrigado, Conceição!

 

Beijos