H

 

Todas as monstruosidades violentam os gestos atrozes de Hortênsia. Sua

solidão é erótica mecânica, sua lassidão, dinâmica amorosa. Sob a vigilância

de uma infância, ela tem sido, no verão de numerosas épocas, a higiene

ardente das raças. Sua porta está aberta à miséria. Lá, a moralidade desses

seres atuais se desincorpora em sua paixão ou em sua ação. — Ó terrível

frisson de amores noviços no chão de sangue e transparente hidrogênio!

achem Hortênsia.

***

 

 

Género: 
Você votou 'Gosto'.