Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Hipócrita

A hipocrisia perpassou a porta
A alegria estremeceu em lágrimas
Os sonhos futuros
Já são pretéritos.
Quem disse que sou melhor que o rouxinol?
Ele sabe cantar
Eu não.
Mas eu grito, eu choro, eu amo
E o rouxinol?
Ele não mente
Não luta por ideologias falíveis
Não chora por sentimentos tolos
Não derrama sangue de seu irmão.
A hipocrisia perpassou a porta dos fundos
E os valores?
Estão a fazer parte de cálculos
A vida está nos cálculos
Os cálculos estão na vida
Os cálculos estão no corpo.
A hipocrisia perpassou os sonhos.

Género: