Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Jardim

Magnólia aroma a anima harmônica,
cravina adocica o animus racional.
Gardênia oleia o ar com seu perfume,
kalanchoe rega pestilência pulmonar;
desmazelo floral sangra as raízes da vida.​

A púrpura, energia do absoluto:
sua nobreza transcendental na víscera do todo.
Duplo significante entre paradoxo e axioma,
como a perfeição da peônia que anula o brutal;
ao tempo que o afirma, o cíclame do bem e mal.

Género: