Livro Fechado

Livro Fechado - José Manuel Pereira

Em tempos, já tive nome de livro aberto
Uma chuva de lágrimas assim me chamou.
Sob notas musicais, alma a descoberto
Revelando ao mundo aquilo que sou.

Livro que contava o tempo que passou
Página a página, o tempo que chegava
Eu era a tinta que nele se cravou
Palavra a palavra que tagarelava.

Mas o vento deslocou as páginas por ler
E a metade já lida do seu lado cresceu
Páginas não lidas com pouco espaço a ser
Desfolhando-se todas o vazio nasceu.

Porém, um dia, a última página virou
Não sobrando lugar para se escrever
Com o tempo também a capa se fechou
E aquele branco calado acabei por esquecer.

Sou livro fechado, selado, trancado
Que teve um nome, uma causa, uma vida
Não existe mais força para ser forçado
Este livro fechado a letra dorida.

Na fúria do tempo, das palavras sem tinta
Frases sentidas presas no emaranhado
Talvez seja o tempo que no peito minta
Nas letras perdidas deste livro fechado.

https://www.facebook.com/EmTeusOlhosSeriaVida

 

Género: 
Você votou 'Não gosto'.