Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

MAGOA

Como é dificil urtrapassar a dor

Como doi a falta de carinho

Um toque que deixa marca 

Que nos atravessa baixinho

A dor que nunca passa

Que nos faz chorar devagarinho

A falta de atençao, de carinho, doi e fere, é terrível

Para quem se sente sózinho

Instala-se facilmente, como um virús sem cura

Que nos traí sem tocar, que nos derruba e nos cala

Com um simples olhar que outrora nos encantou

Também nos deixa abalar, a quem pensamos que nos amou

Mesmo gritando cá dentro, ninguém  nos consegue alcansar

Estamos sofrendo, pelo amor que já passou

Ficamos perdidos no tempo, que era amar

Sosinhos ficamos sem nada, nada para dar

De tudo procuramos fugir

Para ninguém nos alcansar

Género: