Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Mar

O seu infinito azul com tons esverdeados, que está sempre em movimento, mas só no extenso areal se desencadeiam as ondas, umas atrás das outras.

O som relaxante que se ouve quando a água bate nos rochedos, ou mesmo quando paira aquele grandioso e magnífico ambiente tão natural.

As múltiplas espécies de seres que nele têm o seu habitat e que desde o seu nascimento ali vão crescendo e desenvolvendo, alimentando-se uns dos outros para garantirem a sua sobrevivência.

A areia muito fina e suave dá vida ao mar, faz dele personagem principal.

A brisa fresca que paira e preenche o bem-estar, faz da necessidade algo já obtido.

Quantas já foram as aventuras vividas nele, elas que são o acontecimento mais natural que existe. As manhãs, tardes e mesmo dias inteiros tão bem passados, repletos de alegria e boa disposição, cheios de brincadeiras...

E mesmo naqueles momentos de solidão, ausentes do mundo, de todas as ocupações e  preocupações que preenchem a mente, partilhando apenas o momento com este confidente  fiel e poderoso na natureza.

Mar! O mar! Fico com ele pelo infinito!

Género: 
Você votou 'Gosto'.