Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Minha!

Nas linhas ousadas do teu corpo

os meus olhos se inspiram

inflamam-se em desejos loucos

assim eu escrevo poesia

poemas que traduzem sentimentos

sensações insanas... és tu

as curvas exuberantes que rimo

nas quais verso os encantos

traduzo-te ecoando anseios

possuir-te junto ao meu corpo

é minha versão favorita... o desejo

aquela primeira carícia

Sim meu amor, és tu meu delírio

a ousadia que aquece a fantasia

Tua mansidão é minha companhia

invades os meus sonhos

fazendo arder minh’alma...és minha!

(DiCello, 07/12/2015)

Género: