Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A Minha Avó

A Minha Avó...

Lá No Outro Tempo... 
Do Tempo Passado... 
Soprado Foi O Vento... 
Educado Nos Ramos Do Pensamento... 
Que Elevam Ao Olhar...

Um Sorriso De Dona Maria... 
Do Rosário Em Sua Alegria... 
Corpo De Velhinha Amada... 
Por Entre A Terra Em Minha Estrada... 
Do Sentir Uno A Madrugada... 
Palavras Doces Cantadas... 
Almas Vivas Sonhadas... 
Por Anjos De luz... 
Sua Alma Em Jesus...

Doce Senhora Me Amparava... 
Dos Meus Olhos Que Mais A Olhava... 
Pelo Grito Da Imensidão... 
Pude Em Meu Pulso Ver A Mão... 
De Horas Em Primeiro Refrão... 
Assim Passou Por Entre Meu Coração... 
De Lá Dos Montes Atrás... 
De Um Ligares De Paz...

Caminhei Por Entre Trilhos Escondido... 
Que Leva A Todo O Meu Sentido... 
De Pedra Sobre Pedra Na Ladeira... 
Do Fundo Do Povo À Ribeira... 
Para Lá Da Tapada... 
Deste Olhar Que Não Vê Agora Nada... 
Agora De Tempo Que Passou... 
Olhar Do Vento Que Soprou... 
Como Não Marcar Quem Me Marcou...

Doce A Minha Avó... 
De Sacola Em Algodão... 
De Lã Outra Forma Ou Maneira... 
Sempre Cheia De Minha Saudade... 
Tempos Juvenis De Simplicidade... 
De Agradecido Será Tempo De Agradecer... 
A Esse Abençoado Ser...

Para A Minha Avó Maria Do Rosário!!!

Saudades Eternas.

 

Género: